segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Simples como Caio F.

   Essa semana vou homenagear meus poetas/escritores favoritos, começando por
Caio F. de  Abreu, jornalista e escritor, nascido em Santiado - Rio Grande do Sul  12 de Setembro de 1948.
Em 1983, mudou-se de Porto Alegre para o Rio de Janeiro e, em 1985, para São Paulo. Voltou à França em 1994 e 

retornou no mesmo ano, ao descobrir-se portador do vírus HIV. Faleceu dois anos depois, em Porto Alegre, onde voltara a viver novamente com seus pais e dedicando-se a tarefas como jardinagem.
Caio Fernando Abreu era homosexual assumido.

Amo Caio, me vejo nas coisas que ele escreve, é o tipo de pessoa que consegue ver graça nas coisas tristonhas. Queria que ele fosse meu amigo...de certa forma ele é, pois ele fala comigo através de seus textos, contos e frases.Se alguém tiver a oportunidade, leia o texto "As Frangas" que eu adoro e é engrassadíssimo, além de outros um pouco mais tristes, mas também maravilhosos.

 ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
Eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno,
bem no meio duma praça, então os meus braços não vão ser
suficientes para abraçar você e a minha voz vai querer dizer tanta,
mas tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme...
só olhando você, sem dizer nada só olhando e pensando:
Meu Deus, mas como você me dói de vez em quando! 


Caio F. de Abreu.







Um comentário:

Sonhαdorα disse...

Caio é maravilhoso..digo "é" mesmo ele não estando mais entre nós..ele vai sempre ser maravilhoso...impossível não se identificar com algo dele..é como se no momento que leio ele estivesse ali ao meu lado ...como se escrevesse pra mim...é show de bola difícil explicar...

adorei teu cantinho..virei seguidora/Sonhadora assim não perco vc de vista..

beijinhos

Estão na Chuva.